Daniel

– Quanta coragem, grande ousadia,
não há covardia nessa viagem.
Disso sabiam os condenados,
bem-aventurados que ao fogo iam.
Sossegados estavam Sadraque,
também Mesaque e Abede-Nego.
Fora a audácia no poderoso Deus
que fez aos Seus terem vivência.
O impressionante foi a bravura,
outros, loucura, de uma fé constante.

– Não é o livro de Daniel?
E o seu papel? Este prefiro…

– Sim, foi honrado, ao Rei obedeceu,
quase morreu, e foi por Ele usado.
Seus escritos puros são cheios
(e sempre releio) de fatos futuros.
Nunca mais pense em interromper-me,
ou será unânime a vinda do forense.

– Não exagere vô, já disse, entendi…
E agora, me perdi, onde você parou?

Este avô, mesmo zangão,
educa sua menina
através da Bíblia,
comida pro coração.

Natanael Melo