Naum

É Deus quem derrubará Nínive,
já é autorizada sua destruição,
não há alma que O possa deter.

Essa foi a profecia que tive
e sei que muitos ali sofrerão,
a ordem quiseram desobedecer.

Eis os escarlates cavaleiros,
eis os rápidos carros na praça,
seu tanque de águas vazando.

Consoladores? Companheiros?
Já se foram da ensanguentada,
seus mestres estão repousando.

Para a cidade não há mais cura,
cheia de malícia ela está,
quem assim não a conheceu?

Nunca mais tornar-se-á
pura, nem verá no céu o sabiá,
falhaste em ser povo de Deus.

Natanael Melo