O pior dos pecadores

A graça
quando o homem alcança
o torna o pior dos pecadores

O homem
era perfeito
antes de conhecê-la

Quando lhe apresentada
a malignidade se manifestou
Não havia como ignorar sua presença

Ela tragou-lhe
constante e implicitamente
Não há cura que o homem consiga

O faz reconhecer
o quão danoso e vil
o pecado é, o torna e o distancia

o quão ruim
o homem é devido
à sua intrínseca ignomínia

Tristeza e separação
do Criador se amalgamam
advindo Sua ira santa e divina

A graça
afronta a malevolência
e aponta um caminho eterno

que isenta de julgamento
que traz paz além do entendimento
que dá perdão à qualquer detrimento

A graça
quando o homem alcança
o torna o pior dos pecadores

Natanael Melo